Cirurgia violando princípios de boa prática médica

Fui operado por este médico em janeiro de 2012 a hemorróidas internas com prolapso.

Conhecedor da complexidade da situação desde o início, adotou uma abordagem cirúrgica em que não deixou pontes mucosas suficientes, situação conhecida por provocar um elevado risco de estenose. Em resultado deste ato cirúrgico resultou uma estenose alta, com grande volume de fibroses e tecidos cicatriciais sem elasticidade. Apesar de confrontado com estes factos recusou-se a aceita-los o que agravou a situação.

Só depois de confrontado com a opinião de outro clínico pediu ajuda a outro colega para desenvolver uma abordagem conservadora baseada em dilatações anais. Como está abordagem não teve resultados positivos tive que consultar vários outros clínicos em Portugal e no estrangeiro. As hipóteses consideradas para tentar resolver o problema foram desde colostomia definitiva a anuplastia, que acabou por ser realizada por outro cirurgião.

Em resultado desta cirurgia perdi toda a qualidade de vida e gastei e continuo a gastar dezenas de milhares de euros
Este médico para além de incompetente, não tem humildade para reconhecer os seus erros e corrigi-lo. E isto que distingue um bom médico de um mau médico.

O cirurgião João Araújo Teixeira e um péssimo profissional

Leave a Reply