Excesso carga horária – Serviços de Vigilância Strong

Boa Tarde

Venho por este meio expor a minha situação relativamente a empresa da qual presto serviço de vigilância “Strong”, da qual sou funcionaria desde 1 Agosto 2013 como efectiva. Como tenho um filho menor e o meu marido trabalha na mesma empresa e com horários rotativos sempre tive horários fixos da manha das 8.00h /16.00h.

Dia 31 Agosto antes de finalizar as minhas ferias fui contactada pelo meu supervisor Sr Ricardo Vilela a informar que a portaria onde estava fechou e que iria para outro local dia 5 de Setembro estagiar com horário das 8.00h/17/00h com(1 hora de almoço).Dia 15 Agosto o meu supervisor entregou-me uma carta em mão a informar o novo posto que seria RTP Gaia e teria que estar no local as 8.00h e nada mais. Apresentei-me ao serviço e posteriormente me foi dada a escala em que verifico que o meu horário teria uma carga horaria 9.30 horas a semana e ao fim de semana 12 horas e que teria 2 folgas separadas.De imediato contactei com o responsável da Strong Sr Eng. Luís Neto a informar e a reforçar que devido ao facto de ter um filho menor, o meu marido a fazer turnos rotativos e que o que estava contratualizado no meu contrato eram 40 horas semanais não podia fazer este horário.

Este voltou a contactar mais tarde a questionar se me estava a recusar a trabalhar o que reforcei uma vez mais que nunca me recusei a trabalhar mas sim estava a recusar a carga horária que me estavam a exigir.

Por volta das 14 horas, fui informada pelo chefe de grupo Sr André Pereira que tinha falado com o chefe Sr Bruno Oliveira (Responsável por aquele cliente)que eu podia ir embora pois já não ia ser apresentada ao cliente. Mais informo que amanhã dia 19/09 me irei apresentar ao serviço RTP Gaia e aguardar.

Leave a Reply