Roberto Morales – RMA Asociados

A minha empresa tem uma empresa famíliar com mais de 60 anos de idade.

Devido as suas características e sendo nós associados da Associação de Empresas Familiares, recorremos à empresa RMA ASOCIADOS na pessoa do senhor Roberto Morales para nos ajudar a transitar de uma mera empresa de gestão familiar para uma empresa de gestão profissional.

Devo dizer que no ínicio o senhor Roberto Morales diz realmente aquilo que preocupa os gestores e faz com que sintamos confiança naquilo que faz, o que nos levou a contratá-lo para essa função.

Ao ínicio propos-se a ouvir todos os stake holders para saber as suas preocupações relativamente À empresa/família, dizia ele que assim seria uma garantia para poder resolver algum assunto e que esta informação seria confindencial e usada somente em caso de resolução de conflito. Depois propôs-nos um protocolo familiar que parece ser igual para todas as empresas, não tendo especificado situações particulares relativamente à nossa empresa, algo que nos pareceu pouco desenvolvido, mas como era algo que estávamos a fazer pela 1ªa vez aceitamos.

A função deste senhor, sendo acessor de empresas familiar, seria a de resolução de conflitos familiares/empresariais e promover a boa harmonia e relação entre todos com o objectivo de garantir a boa governança da empresa.

No entanto, aquilo que viemos a descobrir sobre esse senhor é algo profundamente desagradável, nós oferecemos a esse senhor para ficar em nossa casa e assim escusar de gastar dinheiro em hotéis, e verificámos que esse senhor colocou dentro de nossa casa meninas pouco recomendáveis, apanhado em flagrante tentou desmentir, no entanto, como a casa fica por cima do estabelicimento comercial as imagens e os guardas confirmaram a falta de caracter desse senhor.

Pensávamos ao menos que esse senhor teria ao menos brio profissional, no entanto, verificamos que esse senhor após uma possibilidade de conflito, não só não fez os procedimentos para o evitar, como tentou acusar um administrador com base em provas obtidas através da devassa de conversas telefónicas e totalmente descontextualizadas como ainda após a demonstração do equívoco dessa leitura, não só não pediu desculpa como culpou os restantes membros (acusadores e autores da devassa) que não estavam à espera desse motívo.

Com base nisso não só não fez aquilo para o qual foi contratado como ainda provocou um grave problema familiar e empresarial a uma empresa que em mais de 60 anos de actividade nunca teve um problema desta natureza.

Este senhor mais não é que um oportunista de mau carácter e que faz tudo o que puder para retirar benefícios financeiros da situação. Escusado será dizer que nesta grave situação os advogados de uma das partes são escolhidos por essa pessoa que continua a absorver os recursos todos de uma das partes.

A Associação das Empresas Familiares já foi alertada e convém denunciar esta pessoa, caso existam mais empresas famíliares a sofrer as consequencias do desempenho desta pessoa convém denunciá-lo para evitar que esta situação aconteça a outras empresas

Leave a Reply