Cofidis crédito pessoal

Sou mais uma de tantas pessoas enganadas por a Cofidis crédito pessoal! Tal como vós, pedi um crédito Vida Livre à dita cuja financiadora, nos finais de 2007, no valor de 4.500,00€, a ser pago em 60 prestações. Tudo ok! Passado dias alguém me telefona de lá da Cofidis a perguntar se queria aderir ao

Acordo Financeiro

Boa tarde Devido a uma situação financeira complicada decidi tentar consolidar os créditos que tinha. Sendo-me negado o mesmo pelos bancos com que trabalho fui informada de várias empresas que me poderiam ajudar entre elas a Acordo Financeiro ou a Partners Finances. A Partners disse-me ser impossível consolidar, dado que já tinha um crédito reestruturado

telefonema da cetelem agressivo

recebi vários telefonemas da empresa Cetelem, a informar-me da existência de uma pequeníssima divida a singer. que realmente até existe há 7 anos. Mas pela forma como entraram em contacto com a minha mãe com uma idade de 80 anos. Resolvi não pagar, primeiro a singer já não existe, segundo não me sabem dizer do

Servdebt Рtentativa de extorṣo de dinheiro

Tive uma divida com a Credibom a qual só pude liquidar na totalidade em Maio 2012. A Credibom enviou-me uma carta de confirmação de liquidação total e encerramento de divida. Acontece que hoje mesmo 19 Julho 2013 recebi no meu e-mail uma notificação da Servdebt a exigir uma quantia que não especifica no mail. É

Casa Borralho – Burla

Em 2005 foi solicitado um empréstimo à Finicrédito, em nome do meu ex-marido e em meu como 2ª titular, por intermédio da Casa Borralho, para a aquisição de uma acelera. Contudo após o crédito aprovado, o negócio ficou sem efeito, ficando o stand com a mota, bem como com o dinheiro emprestado (que deveria ter

Cartão de Crédito Barclays card

A minha mulher pediu este cartão de crédito, atraída pelo facto de não ter anuidade. Logo à partida, ficou claro que a organização deste cartão é má, pois aparentemente não lhe podia ser atribuído um cartão pois tinha um pedido pendente…mesmo assim telefonavam-lhe a perguntar se queria aderir- uma situação caricata. Por fim lá conseguiu

Cetelem recusa-se a fazer uma devolução de dinheiro.

Efetuei uma compra de um telemóvel na loja Worten, com o cartão worten, cujo equipamento estava avariado, após varias reclamações consegui a devolução do equipamento, sendo informado pela Worten que o reembolso do dinheiro seria responsabilidade da Cetelem, entidade financeira responsável pelo crédito. Acontece que, mesmo tendo na minha posse os respetivos comprovativos, a Cetelem

Empréstimo Cofidis

A minha queixa é sobre a Cofidis porque creio que estou a ser explorado! Acontece que contraí um empréstimo a esta instituição por força maior. Foi sensivelmente em 2004 e foi de 4000 euros, durante vários anos paguei 0 valor mensal de 120 euros, sensivelmente a 2 anos comecei a pagar cerca de 75 euros.

violência verbal

Boa tarde ,venho por este meio apresentar uma queixa contra a empresa (recuperação de créditos) Codeactivos . Tendo eu feito um crédito Cofidis, o mesmo entrou em incumprimento por motivos vários tendo então sido transferido para Codeactivos, isto em meados do ano 2013 ,ao ser contactada por uma suposta drª, fizemos um acordo da quantia